Professora que iniciou carreira aos 12 anos é a mais nova aposentada do IMPRO

Professora que iniciou carreira aos 12 anos é a mais nova aposentada do IMPRO

A professora da rede municipal de Rondonópolis Maria Lúcia Silva é a mais nova aposentada do IMPRO. A educadora dedicou trinta anos da sua vida para a educação e participou da formação educacional de centenas de pessoas.

O amor pela parte arte do ensinar foi herdado da mãe, a também professora Elvina Chaves da Silva. “Comecei cedo, com 12 anos de idade já substituía minha mãe. Eu cresci dentro de uma sala de aula e aí não parei mais”, conta.

Maria Lúcia trabalhou em unidades da rede particular da cidade e escolas estaduais. Mas foi no município que ela marcou seu nome. Trabalhou na Escola Municipal Profª Dulcinéia Cascão Barbosa, Escola Municipal Centro Popular de Ação Comunitária São José – CPAC, Escola Municipal Edivaldo Zuliani Belo, Escola Municipal Mário De Andrade, Escola Municipal Rural Gleba Dom Bosco, Escola Municipal De Ensino Fundamental Princesa Isabel e Centro Municipal De Educação Infantil Celina Fialho Bezerra.

A educadora foi recebida, do lado de fora do IMPRO, por um grupo de colegas que acompanharam sua trajetória.

A professora foi mais um bom exemplo, do trabalho remoto efetivo, promovido pelo IMPRO. Todo o processo foi montado pelo sistema não presencial da autarquia. A presença da recém aposentada foi necessária apenas para assinar a portaria do seu benefício. Desde o início da pandemia o IMPRO concedeu quase 90 pensões e aposentadoria com essa estratégia.