Mais de 95% dos servidores municipais aprovam gestão do IMPRO

No dia 14 de junho de 2018, a atual diretoria do IMPRO era eleita, pelo servidor, para a administrar a autarquia no triênio 2018/2021.

Logo na primeira eleição pelo voto direto, a diretoria do IMPRO, formada por Roberto Carlos Correa de Carvalho – diretor executivo, Rozimar Auxiliadora da Cunha-gerente de administração, Lucinete Oliveira – gerente de finanças e investimentos, Fábio Lima- gerente de benefício, Danilo Ikeda- procurador Jurídico e Genilson Barros de Carvalho – unidade de controle interno, conseguiu uma votação histórica e expressiva. Dos quase 3 mil servidores municipais com direito a voto, 1.930 compareceram para votar e 1.391 garantiram a eleição dos diretores citados. Foram quase 72% dos votos.

Ao longo desses três anos, a gestão do IMPRO promoveu um grande choque de gestão. Uma das primeiras medidas foi reduzir o excesso de burocracia, uma reclamação antiga do servidor. “Logo após a conclusão do Censo Previdenciário, o banco de dados foi totalmente atualizado. Distorções foram corrigidas e os processos ganharam celeridade”, explica Roberto Carlos.

Atualmente o tempo resposta para pedidos de benefícios tem duração média inferior a 30 dias. Assim que a digitalização no Instituto for concluída a espera deve ser uma das menores do Brasil.

O atendimento humanizado também é outra marca da diretoria. Além da prestação de serviço, o IMPRO também desenvolve ações dentro do projeto Cuidando da Gente, para recepção de novos beneficiários, com palestras, orientações e informações sobre a autarquia. O IMPRO também realizou o Encontro de Aposentados e Pensionistas. Um momento de lazer e informação, que só não foi realizado em 2020 e 2021 devido a pandemia.

Ao longo desse período, o IMPRO também registrou um superávit no patrimônio líquido dos servidores. Priorizando investimentos em bancos públicos, o órgão conseguiu superar quase três anos de crise econômica, preservar todo o montante aplicado e ainda potencializar o bem maior do servidor, que chegou em abril deste ano a R$ 276.816.675,05.

O número é suficiente para garantir benefícios por mais de dez anos.

O trabalho de um triênio foi reconhecido recentemente, por uma pesquisa, realizada pelo Sispmur, por um aplicativo. Mais de 600 servidores votaram e o IMPRO conseguiu aprovação de 95.13%. "Desde o início do nosso trabalho, sempre falamos que a filosofia do IMPRO é de servidor para servidor. Essa diretoria faz gestão com muita responsabilidade e sempre pautando o melhor para os trabalhadores municipais de Rondonópolis. Essa aprovação perto dos 100% é prova cabal de que estamos no caminho certo. Agradeço o carinho dos servidores municipais e o empenho da diretoria, servidores e prestadores de serviço do IMPRO”, completa Roberto Carlos.