IMPRO recebe mais 3 novos aposentados e passa dos 1.060 beneficiários

O IMPRO aposentou mais 3 servidores do serviço público municipal de Rondonópolis. São eles: Wilson Ramos, agente de vigilância sanitária, 36 anos de carreira, Maria Lucimar Silva, agente administrativa, são quase 36 anos de prestação de serviço para a sociedade e Anailda Nunes Ferreira Leite, professora, quase 30 anos de serviço público. Os novos membros da família IMPRO aumentaram de beneficiários que recebem do Instituto, agora são 1.061.

A média de concessão de benefícios é de 20 por mês. O dado demonstra, em mais oportunidade, o resultado da implantação da modernização do sistema de informação do IMPRO. Celeridade que proporcionou a aposentadoria da professora Maria Lucimar em poucas semanas. “Chegou o grande dia. Encerrei esse ciclo de três décadas realizada e feliz. Aprendi muito com o serviço público, tenho muito orgulho da minha profissão. Encerro essa etapa com a certeza que contribui com a sociedade”, conta.

Como já virou rotina, entre beneficiários, a educadora teceu elogios para o protocolo de atendimento do IMPRO, que ela fez questão de chamar de acolhida. “São pessoas extremamente dedicadas, atenciosas e muito competentes. O IMPRO é outro nível. Parabéns!!!”.

O IMPRO é um órgão público municipal, administrado 100% por servidores de carreira que fazem gestão para os pares do serviço público há mais de 7 anos. É válido lembrar que o IMPRO conta com aprovação de mais de 95% dos servidores municipais de Rondonópolis.

Atendimento

O Instituto segue executando medidas de segurança para os servidores do órgão e público em geral. Logo para solicitar atendimento presencial é necessário realizar um agendamento prévio, através dos números: 66 98429 2563 | 66 98431 2563 | 66 98431 2564 | 66 3423-6404. Os mesmos contatos também estão disponíveis para atendimento remoto.

Segurança

O IMPRO salienta que segue recomendando o uso de máscara (cobrindo boca e nariz) para servidores, prestadores de serviços, aposentados e pensionistas. A higienização das mãos também é necessária. O álcool 70%, disponível na recepção do órgão.