IMPRO já atende mais de 710 aposentados e pensionistas

O IMPRO – Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis encerra 2018 com mais de 710 aposentados e pensionistas. Em julho de 2015, quando atual administração começou os trabalhos, o órgão contabilizava 509 beneficiários.

Na última semana a autarquia recebeu mais duas aposentadas. Márcia Ávila Andrade deixou um legado de 15 anos de serviços prestados no município. A médica veterinária trabalhou vigilância sanitária, vigilância epidemiológica, atenção a saúde e fiscalização.

A outra servidora que passou a integrar o quadro de beneficiários do IMPRO é Maria Dalva Ferreira Nascimento, 22 anos de serviço público municipal. Dalva, como é conhecida entre os colegas, começou como agente administrativa. Passou por várias unidades de saúde do município, último local de trabalho foi o Ceadas.

As beneficiárias são mais dois exemplos de como a modernização do IMPRO deu celeridade nos processos, que agora duram em média 30 dias. O banco de dados atualizado após o Censo Previdenciário, realizado em 2017, tem impacto direto na agilidade dos pedidos. “Ficou bem mais fácil para realizar o levantamento da vida do servidor. Os dados estão precisos, sem distorções. Nosso protocolo está bem mais desburocratizado, isso ajuda no tempo resposta. Trabalhamos para diminuir ainda mais o tempo de espera e gerar mais comodidade para os amigos servidores e familiares”, explica Fábio Lima, gerente de benefícios IMPRO.

O diretor executivo do IMPRO Roberto Carlos Correa de Carvalho complementa a informação acima, afirmando que a celeridade nos processos do Instituto fazem parte da política de valorização e respeito ao servidor, implantada há pouco mais de três anos na autarquia. “Os dados dos servidores agora estão 100% digitalizados. Uma pesquisa hoje dura minutos, antes eram horas e até dias. O esforço é para estabelecer o máximo de conforto para aqueles que contribuiram durante anos com IMPRO", finaliza.