IMPRO investe R$ 182 milhões em bancos públicos

Representantes do Comitê de Investimento do Instituto de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis – IMPRO aprovaram na última semana uma nova rodada de investimentos, para aplicação em banco de iniciativa pública.

A proposta de aplicação na ordem de R$ 1,5 milhão no Bancos do Brasil foi aprovada por unanimidade pelos conselheiros. A conduta faz parte da nova política adotada pela atual gestão do IMPRO, que prima por investir em títulos públicos.

Atualmente o IMPRO dedica 70%, R$ 182 milhões da sua carteira de investimentos para bancos públicos. Cerca de 30% das aplicações estão no Banco do Brasil e 40% na Caixa Econômica Federal.

Essa estratégia está incorporada ao IMPRO há 61 meses.

A postura é considerada um divisor de águas na história do IMPRO. “Existem instituições privadas com rendimentos bem melhor, mas que não proporcionam tanta segurança, quanto Banco do Brasil e Caixa. Assim adotamos um perfil mais conservador, mas com total segurança. Com uma boa consultoria, conseguimos trabalhar ao longo de mais de 5 anos, com excelente rentabilidade. Até o momento estamos seguindo à risca nossas metas e tem dado certo”, explica Roberto Carlos Correa de Carvalho, diretor executivo do IMPRO.

Colhendo os frutos

O patrimônio líquido do IMPRO passa dos R$ 260 milhões.

Em julho de 2015, quando a atual diretoria assumiu o Instituto, a “poupança” do servidor público municipal era de R$ 119 milhões. Em pouco mais de cinco anos, a evolução do patrimônio líquido do IMPRO é de 119%.