IMPRO aposenta mais quatro servidoras municipais

Mais quatro servidoras municipais assinaram portarias de aposentadoria do IMPRO na última semana. Com as novas integrantes a família IMPRO se aproxima dos 1.100 beneficiários.

As novas integrantes são: Terezinha Maria Dos Santos, agente de vigilância, mais de duas décadas de experiência, Sônia Maria Galdino Barbosa, agente de saúde, mais de 30 anos de carreira, Edileuza Soares de Souza, auxiliar de serviços diversos, mais de 28 anos de vida dedicados para a prestação de serviços para a sociedade e Alaíde de Almeida Silva, agente de vigilância, quase 31 anos de profissão.

Trabalhadoras que deixaram um legado, por onde passaram. As mais de três décadas da dona Alaíde, por exemplo, foram contadas dentro da Escola Municipal Mário de Andrade. “Foram anos incríveis, maravilhosos. Trabalhei sempre na mesma unidade e amei. Estou me aposentando com o sentimento de gratidão, de paz. Fiz muitos amigos. Todos são amigos mesmo, de verdade. Amo todos eles”.

A mais nova aposentada do IMPRO também falou do atendimento da autarquia, que tem a melhor regra de aposentadoria do Brasil. “Nosso meu processo de aposentadoria foi bem rápido. Fábio, Roberto e equipe são pessoas maravilhosas, estão de parabéns. Atendimento nota 10!!!”.

O IMPRO é um órgão público municipal, administrado 100% por servidores de carreira que fazem gestão para os pares do serviço público há mais de 7 anos. É válido lembrar que o IMPRO conta com aprovação de mais de 95% dos servidores municipais de Rondonópolis.

Atendimento

O Instituto segue executando medidas de segurança para os servidores do órgão e público em geral. Logo para solicitar atendimento presencial é necessário realizar um agendamento prévio, através dos números: 66 98429 2563 | 66 98431 2563 | 66 98431 2564 | 66 3423-6404. Os mesmos contatos também estão disponíveis para atendimento remoto.

Segurança

O IMPRO salienta que segue recomendando o uso de máscara (cobrindo boca e nariz) para servidores, prestadores de serviços, aposentados e pensionistas. A higienização das mãos também é necessária. O álcool 70%, disponível na recepção do órgão.