Diretores do IMPRO participam assembleia em SP para acompanhar fundos de investimentos

Diretores do IMPRO participam assembleia em SP para acompanhar fundos de investimentos

O Instituto de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis- IMPRO, representado pelos diretores Lucinete Oliveira e Danilo Ikeda, participou na última semana, em São Paulo, de mais de uma assembleia de RPPS´s para cotistas de fundos de investimentos.

Na oportunidade, os gestores receberam informações sobre as condições de aplicações financeiras anteriores a atual gestão, que o Instituto busca resgatá-las. “Foi uma assembleia de deliberações. O encontro foi proveitoso, com participação em massa dos outros cotistas em sua maioria de Regimes Próprios de Previdência Social. Ajudou as esclarecer algumas questões. Quando se trabalha com dinheiro público é sempre muito importante sanar qualquer dúvida”, conta a gerente de finanças e investimentos do IMPRO Lucinete Oliveira.

O procurador da autarquia Danilo Ikeda lembra que o acompanhamento presencial dos investimentos do IMPRO atualiza o gestor com pautas que vão desde a substituição do administrador, gestor e liquidação. “A presença nestes eventos é muito importante. A missão do IMPRO é acompanhar de perto a atualização dos números, votar sempre pela defesa do patrimônio da instituição, melhor rentabilidade, dentro do que se entende por segurança no mercado financeiro. Buscamos sempre a opção que valoriza o bem maior do servidor municipal de Rondonópolis”.

Saúde financeira

Os cuidados promovidos pelo IMPRO vão desde acompanhamento, participação de decisões assembleias de fundos de investimentos até no direcionamento do dinheiro público. Com a ciência dos Conselhos Fiscal, Curador e Comitê de Investimentos, a atual gestão do IMPRO, que assumiu o órgão em 1º de julho de 2015, investe em fundos prioritariamente de bancos públicos (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal). As aplicações com bom nível de segurança e rentabilidade ajudaram a consolidar histórica marca do patrimônio líquido do IMPRO que se aproxima de R$ 240 milhões.