Com patrimônio líquido de quase R$ 350 milhões, IMPRO define plano de custeio para 2024

O IMPRO – Instituto Municipal de Previdência de Rondonópolis apresentou na última semana no auditório do Sispmur, o balanço das contas e o novo plano de custeio para 2024.

O evento contou com a presença das diretorias do IMPRO, Sispmur, servidores municipais, representantes dos conselhos do IMPRO, da Prefeitura Rafael, Mandrácio Arenhardt Secretário Municipal de Planejamento, Controladoria e Coordenação-Geral e o gerente de relacionamento do setor público do Banco do Brasil, José Carlos Dias Marinho.

Os presentes observaram que a autarquia segue com solidez e com viabilidade financeira. O patrimônio líquido segue gerando bons resultados. Mesmo com mudanças da política nacional e cenário instabilidade financeira pelo mundo, o IMPRO segue promovendo bons resultados.

Os dados foram divulgados pelo atuário e consultor de investimentos Igor França Garcia. De acordo com os números, mesmo com o quantitativo cada vez menor de servidores de carreira em atividade, a autarquia segue operando no azul e promovendo valorização do patrimônio líquido. O PL de outubro fechou com o histórico de R$ 346.083.205,90. “O IMPRO segue fazendo o dever de casa, com muita disciplina financeira e boa gestão segue colhendo bons resultados”, explica o especialista.

Resultado que foi muito comemorado pelo diretor executivo do IMPRO, Roberto Carlos Correa de Carvalho. “Seguimos à risca o que nossa consultoria recomenda, fazemos investimentos seguros e sempre com muita transparência. É uma grande satisfação fechar mais um ano com números para lá positivos e com tendência de aumentar ainda mais até o fim dezembro. Agradeço a todos os diretores, servidores e conselheiros do IMPRO. Sem a doação desse time, esse resultado seria impossível”.

Pelos estudos da consultoria, os recursos financeiros administrados pelo IMPRO deverão ser aplicados em fundos que garantam retorno real, na casa dos 4,96%, além do índice inflacionário. “A carteira de investimentos do Instituto encontra-se bem equilibrada e diversificada.  Nossas decisões ao investir, sempre   buscam privilegiar a segurança e rentabilidade dos nossos recursos. O Comitê de Investimentos segue as orientações da consultoria de investimentos e estudos de mercado. Prosseguimos com a política de investir preferencialmente nos bancos públicos sólidos como Banco do Brasil e Caixa Econômica, além de instituições consolidadas em nossa cidade, como Sicredi, Itaú e Santander”, explica Lucinete Oliveira, gerente de finanças e investimentos.

Atualmente 43,76% dos investimentos do IMPRO são realizados no Banco do Brasil, outros 42,94% na Caixa Econômica Federal, 1,59% no Itaú, 5,45% no Sicredi e 0,29% no Santander.

A proposta da consultoria para a política anual de investimentos para 2024 foi levada para o Conselho Curador, que aprovou a sugestão.