Caixa Econômica apresenta fundos de investimentos para diretoria do IMPRO

A Caixa Econômica Federal promoveu na quinta-feira (29), uma videoconferência para os diretores do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis – IMPRO. A reunião por transmissão simultânea de áudio e vídeo aconteceu na sede da agência de Rondonópolis e contou com participação do diretor executivo Roberto Carlos Correa de Carvalho, da Gerente de Investimentos e Finanças do Instituto Lucinete Rodrigues de Oliveira e do servidor Janssen Nascimento Farias e do Gerente Geral do banco Valmir Campos Batista.

Durante quase duas horas, os presentes receberam informações sobre mercado financeiro, fundos de investimentos da Caixa, rentabilidade e o grau de segurança dos fundos. “A Caixa Econômica, assim como o Banco do Brasil, são instituições de muita credibilidade. Quanto mais claras forem as informações, mais segurança temos na hora de investir. Por isso só investimos o bem maior do servidor municipal de Rondonópolis em empresas consolidadas”, explica Roberto Carlos.

Atual diretoria do IMPRO diversifica suas aplicações em bancos públicos desde o início da atual administração, que começou em 1º de julho de 2015. Naquele ano por exemplo, o valor depositado na Caixa era de R$13.739.549,24. Em pouco mais de três anos, a quantia subiu para R$ 91.508.281,11. A aplicação com bom nível de segurança ajudou a consolidar histórica marca do patrimônio líquido do Instituto, que atualmente é de quase R$ 230 milhões. “Trabalhar com bancos públicos era uma anseio antigo do servidor e fazemos isso desde o início de nossa gestão. Os resultados estão aí”, conta.

Roberto Carlos ainda pontua que parcerias junto a instituições como a Caixa Econômica ainda favorecem investimentos no município. “Sem dúvida alguma ajudam. Colocamos dinheiro lá. Esse montante gera rentabilidade para o banco, que passa a ter mais crédito a liberar para o município. Fato que está acontecendo neste momento em Rondonópolis. Dessa forma ganha o servidor e a população”, finaliza.