Modelo de gestão do IMPRO pode ser implantado em Itiquira

O diretor executivo do IMPRO recebeu nesta semana a visitas dos vereadores do município de Itiquira Josenildo Martins (PSL) e Roni da Van (PSD). Os parlamentares foram conhecer de perto o protocolo de funcionamento da autarquia.

Josenildo conta que o município vizinho de Rondonópolis já tem uma lei que regulamenta o Regime Próprio, mas ainda não fez a implantação. O modelo do IMPRO é que mais tem agradado. “Entendo que precisamos ter uma autarquia com autonomia igual ao IMPRO, com gestão independente e com diretoria escolhida no voto, pelo servidor. Isso gera mais transparência e eficiência no serviço de concessão e administração de benefícios”.

O colega de parlamento tem entendimento semelhante e cita que além da transparência, o padrão administrativo do IMPRO é exemplo que deve sim ser estudado por outros municípios. “Já li muita coisa boa sobre esse Instituto. Até por isso procuramos o Roberto. Devemos começar o nosso regime próprio se espelhando naqueles que já deram certo e oferecem total segurança para o servidor municipal. O Roberto foi muito atencioso e passou todas as informações necessárias para apresentarmos para nosso prefeito e iniciarmos o nosso estudo para implantação de modelo bem semelhando ao do IMPRO”, explica Roni da Van.

Roberto Carlos deixou as portas do órgão abertas para os legisladores e garantiu que está à disposição para receber todos aqueles que queiram conhecer a estrutura administrativa de um dos maiores Regimes Próprios de Previdência de Mato Grosso. “Essas conversas são importantes. Já recebemos vários amigos de outras cidades em busca de informações. Isso só ajuda a fortalecer as autarquias que administram o dinheiro dos servidores de outros municípios”, completa.