IMPRO esclarece declarações do Sispmur

A diretoria Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Rondonópolis (IMPRO) recebeu com a surpresa, a notícia de uma convocação de entrevista coletiva no Instituto. O IMPRO explica ao servidor público municipal ativo e inativo que não entrou em contato com qualquer órgão de comunicação. O tal convite foi promovido pelo Sispmur e sem qualquer comunicado com a diretoria do IMPRO.

 

O IMPRO ainda esclarece que o sindicato que está equivocado ao citar no texto, enviado para os veículos de imprensa, que as urnas itinerantes foram retiradas pelo IMPRO. É importante salientar que o processo eleitoral no IMPRO é conduzido por uma comissão eleitoral representada pelos servidores municipais Rozalina Carvalho Gomes Ruiz (Presidente da Comissão, Rodenil Gonçalves de Jesus (Poder Legislativo), Rosângela Bernardo Leite (Representante dos Servidores), Adriano Gomes de Oliveira (Representante dos Servidores) e Luzia Aparecida do Nascimento (SISPMUR). A representante do Sispmur pediu desligamento da comissão para incorporar seu nome na Chapa 2. O Sispmur substituiu seu representante pelo servidor José Eduardo de Souza Siqueira. Os membros da comissão eleitoral foram escolhidos conforme a Lei nº 4.614 de agosto de 2005.

 

Nunca é demais lembrar que a comissão eleitoral é soberana e tem poder de decisão, inclusive no que diz respeito ao posicionamento das urnas (fixas ou itinerantes). É vedada a intervenção de qualquer outro órgão nas escolhas da comissão eleitoral.

 

E por fim, a diretoria do IMPRO reafirma o desejo de eleições democráticas. A eleição para a nova diretoria está marcada para o dia 14 de junho.