Imposto de Renda 2019 | Cédula C está disponível no site do IMPRO

Pelo terceiro ano consecutivo o IMPRO – Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Rondonópolis disponibiliza em seu site a cédula C para servidores municipais ativos, aposentados  e pensionistas segurados do órgão que precisam declarar imposto de renda.

Os servidores já podem consultar  a Cédula C referente ao exercício de 2018 através deste link ou acessando o portal www.impro.com.br Ao acessar o endereço o contribuinte deve clicar na janela DECLARAÇÃO IMPOSTO DE RENDA. Para consultar a Cédula C, os servidores ativos, aposentados  e pensionistas do IMPRO, devem digitar o número do CPF (sem precisar colocar o dígito). Neste caso não é necessário que o servidor seja cadastrado no portal.

O documento é obrigatório para o preenchimento da declaração do imposto de renda, também será entregue impresso aos servidores e beneficiários pela Gerência de Administração.

A consolidação das informações sobre os rendimentos dos servidores ativos, aposentados  e pensionistas do IMPRO foi realizada pela Gerência de Finanças e Investimentos, por meio do setor Contábil. Foram geradas informações necessárias para impressão de mais de 700 cédulas C e envio da Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) para a Receita Federal.

A DIRF é a declaração feita pelo IMPRO que informa à Secretaria da Receita Federal valores de imposto de renda e/ou contribuições retidos na fonte e rendimentos creditados para os servidores.

Declaração

A declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física 2019 deverá ser entregue até 30 de abril. O primeiro passo do contribuinte deve ser o de reunir os documentos necessários para fazer a declaração. Importante ressaltar que, para evitar problemas com a Receita, os comprovantes do que foi declarado devem ser guardados pelo prazo de cinco anos.

Documentos necessários

Caso não seja a primeira vez, é necessário ter o número do recibo da última declaração
CPF de todos os dependentes, inclusive recém-nascido (nova regra para o IRPF 2019)

Título eleitoral
CPF e CNPJ de fontes pagadoras (importante ter notas fiscais ou documentos comprobatórios)
Comprovante anual de rendimentos das fontes pagadoras (salários ou serviços prestados)
Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda (como os de educação, saúde, pensão alimentícia, previdência complementar, etc).

Quem deve declarar

A declaração é obrigatória para pessoas que receberam acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis (que ainda não tiveram impostos pagos) ou que receberam acima de R$ 40 mil em rendimentos não tributáveis ou descontados na fonte. Pessoas que tiveram lucro em atividade rural acima de R$ 142.798,50 ou que tenham propriedades de bens e direitos acima de R$ 300 mil também devem fazer a declaração.

Dependentes

São considerados dependentes companheiro com quem o contribuinte tenha filho ou conviva há mais de cinco anos, cônjuge, filho ou enteado de até 21 anos (se o filho estiver estudando em escola técnica ou universidade, o limite é de 24 anos), pais, avós ou bisavós que não paguem imposto. Também é permitido menor de até 21 anos de quem a pessoa seja tutora.

Bens, direitos, dívidas e ônus

Devem ser declarados imóveis, veículos, embarcações e aeronaves, bens móveis com valor maior do que R$ 5 mil, saldos de conta-corrente, poupança e demais aplicações financeiras que tenham mais de R$ 140 mil e conjunto de ações, cotas ou quinhão de capital de uma mesma empresa e ouro que tenha valor igual ou superior a R$ 1 mil.

O IMPRO está localizado na Avenida Presidente Kennedy, 1573 – Centro. Os telefones disponíveis para informações são (66) 3423-6404/ (66) 98431 2563.