Comitê de Investimentos do IMPRO aprova investimentos de R$ 8,5 milhões na Caixa Econômica e Banco do Brasil 

Membros do Comitê de Investimento do Instituto de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis – IMPRO estiveram reunidos na última semana para deciderem os valores as serem aplicados em fundos de investimentos.


O grupo aprovou por uninanimidade aplicação , na ordem de R$ 8,5 milhões na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. A atual gestão do IMPRO adotou como parte de sua política investir somente em bancos públicos. A regra foi a forma encontrada para diminuir os riscos e garantir boa rentabilidade. "Esse dinheiro é o que garante o bem-estar do servidor no caso de aposentadoria ou pensão. Não podemos confiar uma quantia como essa em fundos que oferecem rentabilidade acima da média, mas não dão garantias sobre os riscos de desvalorização. Neste dois bancos conseguimos fundos com rentabilidade atraente em aplicações segura", explica Roberto Carlos Corrêa de Carvalho, diretor do IMPRO.


De acordo com a gerente de finança e investimento Lucinete Rodrigues de Oliveira esse tipo de operação na Caixa e Banco do Brasil também permite o resgate do montante em qualquer momento. "Não existe carência para o resgate do valor. Caso o Comitê observe que as aplicações não estão rendendo conforme o previsto podemos retirar os valores a qualquer momento. Isso garante muita segurança com o dinheiro público", frisa.


De acordo com as regras do governo federal  Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) devem promover investimentos de acordo com a meta atuarial estipulada, que atualmenente é soma da influção mais o adicional de 6%.  Nos últimos anos o IMPRO bateu e superou essa meta em 1,23%. A lucratividade é superior a média nacional.


Ganho real


Até 31 de julho de 2015 o IMPRO tinha um carteira de R$ 120 milhões investidos em fundos. De 1º de julho (data que marca o início da atual gestão) do mesmo ano até 31 de julho de 2017 os valores subiram para R$ 190 milhões. 

 

Comitê de finanças


A composição do Comitê de Finanças do IMPRO para o triênio 2015/2018 é formando pelo Diretor Executivo do IMPRO Roberto Carlos Corrêa de Carvalho, a Gerente de Finanças e Investimento do IMPRO, Lucinete Rodrigues de Oliveira,  pelo Secretário Municipal de Finanças Rodrigo Silveira Lopes, pelo Procurador do IMPRO e membro do Conselho Curador Danilo Ikeda Caetano e pela funcionária pública e membro do Conselho Fiscal Olívia Oliveira Muniz.