Associação de Previdência é criada em MT; IMPRO integra diretoria

Entidades de Mato Grosso que representam Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) registraram na quinta-feira (13) a criação da Associação das Entidades de Previdência do Estado e Municípios Mato-grossenses – Apremat.

 

A Apremat é a materialização de um projeto arquitetado há vário anos e surge para ampliar as ferramentas de formação e capacitação de seus associados. A entidade vai proporcionar para as instituições participantes, constante aprimoramento do conhecimento através de atividades de intercâmbio, com o objetivo de discutir e difundir os princípios previdenciários.

 

A diretoria provisória da associação foi eleita no mesmo dia do registro da ata de criação.

 

Estão na direção da Apremat:

 

Presidente: Luana Aparecida Ortega Piovesan – Cáceres;

 

Vice-Presidente: Ronas Ataíde Passos – Primavera do Leste;

 

Secretário: Wellington de Moura Portela – Rondonópolis (IMPRO);

 

Tesoureiro: Heliton Luiz de Oliveira – Tangará da Serra;

 

Assessores de Relações Institucionais: Nadir da Silva – Nobres. Antônio Otalívio de Moura – Nova Mutum;

 

Responsável Jurídico: Danilo Ikeda Caetano – Rondonópolis (IMPRO)

 

O Procurador do IMPRO Danilo Ikeda classificou a criação da Apremat como um marco na gestão previdenciária de Mato Grosso. "Essa busca pela criação vem de muitos anos. Além de oferecer capacitação para os servidores vai fortalecer os regimes de previdência e também fortalecer a previdência do servidor dentro do nosso estado além de ter representatividade nos conselhos federais. Temos a honra de fazer parte da diretora dessa entidade”, conta.

 

Com a Apremat, Mato Grosso ganha uma cadeira no Conaprev (Conselho Nacional de Dirigentes de Regimes Próprios de Previdência Social). “Dentro desse conselho são discutidas várias questões de previdência do servidor e agora Mato Grosso passa a ter voz para opinar.

 

O outro integrante do IMPRO, que está incluído na Apremat, Wellington Portela lembra que a Associação não tem qualquer finalidade política. “É um entidade intelectual, ou seja, tem finalidade de levar informações para os servidores e buscar melhorias, avanços para os regimes próprios e oferecer amparo para as cidades que requisitarem”, explica. 

 

A primeira assembleia geral da nova entidade está marcada para 23 de agosto, sede do TCE-MT (Cuiabá), durante o 5° Encontro de Gestores de RPPS do Estado de Mato Grosso.

 

 

Prestígio

 

O diretor Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Rondonópolis, Roberto Carlos Corrêa de Carvalho ressalta a força do Instituto, que elegeu dois representantes para a diretoria da Apremat. “Isso comprova mais uma vez o respeito que o IMPRO tem em Mato Grosso. Tenho certeza que nossos dois membros vão desempenhar um excelente papel frente a Apremat. A cada dia ganhamos mais espaço tanto no cenário estadual, quanto no nacional”, conclui.